• Ricardo De Carli

Inquilino não paga aluguel em dia. Saiba o que fazer.

Atualizado: 25 de out.

Você investiu num imóvel para alugar e conseguiu um locatário. Porém, ele não paga o aluguel em dia. O que fazer nesse caso?




A primeira opção que vem a mente é pedir o despejo do inquilido. Porém, embora a resposta esteja na ponta da língua, pode não ser a melhor atitude a ser tomada nesse cenário. O despejo sempre deve ser utilizado com cautela e em último caso, pois envolve gastos com dinheiro e tempo, além do esforço psicológico.


Mas antes de responder, é bom saber que, como tudo na vida, a locação de um imóvel demanda planejamento a fim de asseguar que o locador receba o aluguel e o locatário pague-o juntamente com as demais despesas do imóvel.


Por conta disso, nesse artigo darei dicas para você seguir e garantir que seus inquilinos façam o pagamento do aluguel em dia. Veja:


Dica 1: ELABORE UM CONTRATO DE LOCAÇÃO

A primeira e mais preciosa dica pode parecer óbvia, mas muitas pessoas negligenciam esse passo.


Nesse documento você formalizará as informações importantes e imprescindíveis sobre o inquilino, o proprietário e o imóvel, a fim de garantir o cumprimento da locação.


No contrato você irá incluir os dados do proprietário e do inquilino. Também irá estipular o valor do aluguel, dia do pagamento, multa pelo inadimplemento, o índice de correção anual do aluguel, início e término da ocação, pagamento de despesas pelo inquilino, condições do imóvel no momento da entrega e devolução, fiador, seguros, além de outras que julgar necessário.


Dica 2: EXIJA UM FIADOR

De nada adianta elaborar o contrato e não ter garantia do pagamento. Por isso, é necessário exigir do inquilino uma garantia, que nesse caso será o fiador, que pagará o aluguel caso o inquilino não consiga honrar com a sua obrigação.


DICA 3: SOLICITE CAUÇÃO

Caso o inquilino não possua um fiador será necessário exigir caução, equivalente à 3 meses de aluguel. O valor deverá ser depositado numa conta poupança e poderá ser utilizado caso o inquilino não consiga arcar com o aluguel ou, então, será levantado pelo inquilino após o término do contrato.


DICA 4: FAÇA SEGURO FIANÇA

Essa é outra modalidade de garantia, que proteje o pagamento do aluguel e substitui outros tipos de garantia, como o caução ou o fiador. Nesse caso, o futuro inquilino irá contratar um seguro que garante indenização ao locador caso não haja o adimplemento do aluguel.


DICA 5: CONSULTE O NOME DO FUTUTO INQUILINO E DO FIADOR (SE O CASO)

De nada adianta tomar as medidas acima se o fiador e o inquilino estiverem com o nome sujo na praça. Por isso, antes de assianr qualquer contrato consulte o nome das pessoas no SCPC, SERASA, Cartórios de Protestos e nos Tribunais.


DICA 6: INCLUA MULTA E JUROS PELO PAGAMENTO ATRASADO

A multa e os juros diários são uma forma de motivar o pagamento em dia. Estipule-as no contrato.


DICA 7: OFEREÇA DESCONTOS PELO PAGAMENTO ADIANTADO

Da mesma forma que o item anterior, o desconto mantém o inquilino motivado a pagar o aluguel em dia. A melhor forma de fazer isso é dar descontos progressivos pela antecipação. Você pode estipular isso contratualmente.


 

Caso já tenha tomado as medidas acima, será necessário seguir as próximas dicas:


DICA 8: CONVERSE COM O INQUILINO

Entenda o motivo do inadimplemento. Discuta sobre como mudar a forma ou a data do pagamento poderia ajudar. Caso tenha esquecido, oferte colocar a conta no débito automático, por exemplo, pode ajudar.


Ou então envie as faturas ou lembre-o antecipadamente.


As conversas sempre devem se dar em tom amigável. O objetivo é fazê-lo pagar o aluguel. Ameaças ou xingamentos podem acabar desmotivando-o mais.


Prefira também o horário comercial, respeitando a privacidade do locatário e evitando perturbar o seu sossego, e por meio do telefone pessoal e não o do trabalho, por exemplo, a fim de evitar constrangimentos.


DICA 9: NOTIFIQUE O INQUILINO

Se por ventura a conversa não gerar o resultado esperado, o melhor a se fazer é mandar uma notificação para o inquilino, informando o descumprimento do contrato. Prefira notificações por escrito e encaminhadas pelo correio.


Não se esqueça de enviar o "Aviso de Recebimento", que comprovará o recebimento da carta pelo inquilino. Ela servirá como prova numa ação judicial, se for necessário.


DICA 10: RESCINDA O CONTRATO

Se todas as medidas informadas não resultarem no pagamento, a melhor coisa a ser feita é rescindir o contrato. Nesse caso, encaminhe uma notificação pedindo a rescisão de contrato, solicite o pagamento dos aluguéis atrasados e a devolução do imóvel.


 

Se nenhuma das dicas tiver ajudado ai sim você deverá partir para uma ação de despejo. Mas lembre-se, mesmo inadimplente, o locatário tem seus direitos, que não podem ser violados. O locador, por exemplo, não pode fazer ameaças, invadir o imóvel ou expor o locatário publicamente.


Espero ter ajudado!